Extratos de "As Mágicas Terras dos Celtas"

Ernesto Baron. As Mágicas Terras dos Celtas“…estes homens sábios, descendentes das estrelas, se assentaram em toda a calota polar norte, incluindo terras como Groenlândia, Islândia, Irlanda, Escócia, Inglaterra, etc. Estes colossais homens foram os transmissores de um poderoso conhecimento mágico cósmico aos diversos povos da Terra: magnetismo, vibração, manejo de forças de polaridade, canalização de energias, etc.”

“Como verdadeiros amantes da magia e da Natureza, a qual conheciam perfeitamente, os Druídas realizaram todo tipo de maravilhas com os reinos mineral, vegetal e animal. Descobriram o poder das piedras …Os bosques, lagos e rios eram lugares de presença divina…”

 

“Entre seus filhos estava Dana, conhecida também como Brigid. Era a poderosa Deusa da Sabedoria, da vidência, das artes e da poesia. Esta divindade, com sua característica benévola, foi muito amada e respeitada pelo povo pré-celta e celta. Os Thuathas de Danann devem seu nome a esta Deusa tutelar, que é a mesma Minerva ou Atenéia grega.”

“Stonehenge é o mais famoso dos círculos megalíticos que se conhece. O gigantesco tamanho de suas pedras, dólmens e menires, fizeram de cromlech de Stonehenge o mais conhecido do mundo… Sua construção determina uma cultura com grandes dotes de conhecimento astronômico, como os arqueólogos e cientistas já começam a descobrir.”

 

“…a maior parte dos pictogramas ou figuras desconhecidas materializadas, foram detectadas coincidentemente nos arredores de Stonehenge, o grande observatório astronômico pré-celta. Stonehenge no centro do mistério. ¿Por que?”

 

“Em épocas antigas, em que a Natureza estava integrada totalmente com os homens mais puros, as piedras, a través de sua energia anímica, se manifestavam. O mesmo ocorria com o reino vegetal e animal; épocas de dragões, pégasos, unicórnios...”